Blog do Espaço

A partir desta semana iremos retomar a escrita de nosso blog. Nele iremos publicar algumas das reflexões que fazemos sobre o trabalho que realizamos com as crianças entre 0 e 3 anos.

Criamos recentemente uma página no Facebook e nela temos postado algumas das interferências que realizamos em nosso espaço. A ideia de partilha-las deve-se ao fato de considerarmos que o espaço físico e as diferentes configurações que ele permite, são partes constituintes de um currículo de qualidade. Cada uma das interferências permite um tipo de exploração por parte das crianças. Algumas voltadas, simplesmente, para a contemplação e outras que permitem desafios lúdicos e sensoriais, que certamente enriquecem suas experiências de deslocamento, vivências pessoais e o convívio neste espaço coletivo.

Nem sempre, algo que é colocado tem um para que (objetivo) explícito. Queremos provocar sensações, descobertas e surpresas, por isso sempre agregamos coisas novas aos nossos ambientes. Esta é a nossa ideia de contemplação para as crianças pequenas. Sabemos que muitas vezes causamos “problemas” aos pais, pois conforme as crianças descobrem as novidades, elas querem parar em cada cantinho para desfrutar: param nos espelhos concavo/convexo; falam no telefone de funil, “conversam” com a Branca de Neve, vislumbram coisas inimagináveis nos binóculos pendurados… E a cada pausa, demoram um tempinho a mais para ir embora!

Consideramos, também, que os diferentes ambientes devam ser organizados em função da proposta que será desenvolvida com a turma. Por isso, ora um espaço é tomado por brinquedos, cabanas e almofadas. Ora, deixamos apenas um tapete em forma de círculo para garantir a organização das crianças para uma roda de conversa.

Os materiais e objetos também são considerados em função de seu uso. Usamos, por exemplo, teclas de espuma tanto para a realização de circuitos motores, na função de um degrau que “brinca” com a sensação de equilíbrio/desequilíbrio, como também as utilizamos como suportes para folhas numa atividade de pintura.

E assim, dia a dia, buscamos maneiras interessantes de partilhar nosso espaço com nossas crianças.

Festa Junina

No Espaço da Vila temos apenas dois eventos que envolvem as famílias – a Festa Junina e o Pic Nic do final do ano. E falando sobre a nossa Festa Junina!

Os preparativos do Araiá já começaram. A Silvinha – pesquisadora de cultura popular – veio nos mostrar qual canção dançaremos. Adoramos a escolha, a resposta das crianças e das educadoras foi muito positiva. Todas cantaram e dançaram bastante.

Para quem ainda não conversou sobre a Festa Junina com a educadora responsável da turma dos filhos ou mesmo com as próprias crianças adiantamos que a música escolhida é a canção do Sabiá “Sabiá lá na gaiola fez um buraquinho e …” – no rítmo do baião (Vamos disponibiliza-lás). Dançaremos às 10:30 e às 11:00 no dia 19/06. Não se esqueçam que será lá na Unidade Morumbi da Escola da Vila.

Mas falando ainda um pouquinho sobre os preparativos que antecedem a festa. Os ensaios são uma grande brincadeira contextualizada onde as crianças conhecem a Silvinha e ela também as conhece. Ao som do pandeiro e todas as turmas juntas transformam a pracinha num verdadeiro salão de danças.

Este ano as crianças deram vida a sabiás e tiveram a possibilidade de voar pelo parque, voltar para a gaiola (que é uma roda formada pelas educadoras), comer minhocas, beber água, cantar, dançar e, principalmente, brincar.

E agora para continuar a nossa grande brincadeira convidamos pais, avós, avôs, tios, tias, primos, primas e agregados a pegarem o caminho da roça para se divertirem com a gente no dia da Festa.

Heloisa Trigo

Adaptação ou adaptações?

O início do ano caracteriza-se por um período em que ocorrem muitas mudanças aqui no Espaço da Vila.
Temos a saída das crianças grandes, a passagem dos bebês para as turmas de crianças grandes, a chegada de novas crianças, a presença das famílias durante a adaptação…

Todas estas mudanças provocam uma grande movimentação em nosso cotidiano. As crianças que já frequentavam o berçário sentem um certo estranhamento em relação aos novos colegas. Também recentem-se pela ausência dos antigos colegas.

Os bebês crescidos alegram-se com a liberdade que encontram na turma dos grandes, mas, ao mesmo tempo, estranham receber os cuidados de novos educadores.

As crianças novas apresentam reações diversas: umas choram e pedem pela presença dos pais, outras parecem maravilhadas em encontrarem um espaço tão atraente com tantas novidades… Mas conforme os dias passam muitas delas trocam de papel, as que choravam passam a se encantar e as maravilhadas…

A tensão emocional durante este período é grande. Muitas famílias receiam que a adaptação não se concretizará, mas dia a dia, as mudanças são notáveis, a atmosfera das turmas vai se modificando e o que parecia apenas uma boa aposta se concretiza:  aquele “bando” de crianças torna-se um grupo, cheio de energia e cumplicidade.

A partir dai passamos para outra etapa da adaptação, agora relacionada ao estabelecimento da rotina das turmas e à participação das crianças nas diferentes situações de aprendizagem.

2010

Ai que demora para escrever no blog, não é mesmo? Neste início de ano são tantas as coisas para cuidar que acabamos deixando para depois outras tarefas importantes…
Bom, mas vamos lá…

O Espaço da Vila reiniciou suas atividades no dia 04/01/2010.

As primeiras semanas de janeiro foram bem tranquilas. Como as crianças foram retornando aos poucos, pudemos aproveitar melhor o último mês com as crianças grandes que iriam, principalmente, para a Escola da Vila.
Enquanto as monitoras assumiam a adaptação das crianças novas, a Helô, que até o ano passado era responsável pela turma do período integral, ficava com as grandes, fazendo atividades diferenciadas. Dentre elas, podemos destacar a brincadeira de representação da peça do Peter Pan. A cada dia, as crianças eram convidadas a vestir fantasias e representar parte da história, com direito a muitos Meninos Perdidos, Wendys, Peters e Ganchos. Foram momentos muito divertidos que culminaram com uma gostosa encenação para todas as crianças daqui do Espaço.

Reuniões de Pais

Encerramos nesta quarta-feira nossas reuniões de pais.
Os temas apresentados foram:
1) Turma dos Bebês – Rodas de Histórias e Projeto “Tudo o que sentimos”
2) Turma 1 Manhã – Artes, Circuitos Motores e Projeto “Como tudo começou”
3) Turma 2 Integral – Brincadeiras, Configuração do grupo e Projeto “Sensações”
4) Turma 3 Manhã – Oficinas de artes e Projeto “Horta”
5) Turma 1 tarde – Trabalho com as diferenças e Projeto “Bichos”.
6) Turma 3 tarde – Oficinas de artes e Projeto “Circo”
Foram encontros muito agradáveis, que marcaram o estabelecimento de uma parceria de qualidade com as famílias aqui do Espaço.

Visita à casa da Vizinha

Na semana passada a Turma 2 (de crianças que ficam em período Integral) visitou a casa de Léa e Carmo, vizinhos do Espaço da Vila.
Antes da visita a turma escreveu uma carta para D. Léa, pedindo seu jabuti emprestado e também perguntando se poderiam conhecer a sua casa.
No dia seguinte receberam uma linda carta como resposta e a partir dai a visita ficou agendada.
Vejam na apresentação como foi este momento da turma!Visita à casa da vizinha

Novos livros para o acervo do Espaço da Vila

Na sexta-feira, dia 27/11, estive na feira do livro da FFLCH – USP e comprei muitos livros para o nosso acervo:

Os pesadelos de Lisa, O aprendiz de feiticeiro, Conto de escola, Yoga para criaanças, Onda, Tchibum, O anjo da guarda do vovô, A princesinha medrosa, Diário de um papagaio, Solange e o Anjo, Um presente do mar, Gaspar em Veneza, Mamãe zangada – Cosac Naify

Pai, todos os animais soltam pum?, Vamos passear,Em casa, O atalho secreto, As 14 pérolas da India, Gabriel, já para o banho, Vai embora grande monstro verde – Brinque Book

Quem tem medo de Monstro, Quem tem medo do Novo – Global

A princesa sabichona, Príncipe Pedro e o Ursinho, Totó, Meus contos africanos, Fernando Pessoa, poemas para crianças, Um lobo instruído – Martins Fontes

Berimbau mandou te chamar, Toda Criança gosta – Manati

Muitas coisasm poucas palavras, a Borboleta – Editora Peirópolis



Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.